90 anos de Silvio Santos, o Vince McMahon brasileiro

1353 0

Hoje, 12 de dezembro, Silvio Santos completa sua nona década neste planeta. O apresentador e dono do SBT. Ainda que haja uma diferença de 15 anos entre os dois, é a nossa versão brasileira de Vince McMahon, dono da WWE.

Vamos nesse texto passar por aspectos em que podemos ligá-los, e até mesmo questionar o fato curioso de os dois não serem melhores amigos. Acredite, eles foram feitos um para o outro, mas não se conhecem. (Ainda bem!)

Silvio Santos e Vince McMahon tiveram infâncias duras

Filho de imigrantes, Silvio Santos nasceu no bairro da Lapa no Rio de Janeiro. Não há relatos de que ele tenha tido uma infância daquelas em que se passa fome ou coisa parecida, mas não havia mordomias. Silvio Santos com seus 15 anos trabalhava como camelô na Avenida Rio Branco, centro do Rio de Janeiro, onde vendia carteirinhas plásticas para guardar o título de eleitor. Nesse mesmo ano, nascia Vince McMahon. Criado com a mãe e diversos padrastos, Vince sofreu violência e até abuso sexual por sua mãe e seus parceiros. Aos 12 anos conheceu seu pai, Vincent J. McMahon, promotor e criador daquilo que futuramente viraria seu império.Por motivos diferentes, Silvio e Vince, ou Senor e Vincent, passaram por dificuldades na infância.

Ambos tiveram o suporte necessário para que pudessem ter uma educação e se formar, Silvio Santos como técnico de contabilidade, Vince McMahon como graduado em Marketing. Silvio serviu ao exército em 1948, enquanto McMahon se graduou numa escola militar, os dois com 18 anos em seus tempos.

Antes dos 30, Silvio Santos e Vince McMahon estreavam para nunca mais sair de seus terrenos

Em 1958, Silvio estreava aos 28 anos como apresentador de televisão, com o programa Hit Parade, às 9h da noite na TV Paulista. Nessa época, já trabalhava na rádio Nacional, onde foi convidado para apresentar o programa na emissora da mesma Organização Victor Costa.

Já Vince, por sua vez, estreava aos 24 anos como ring announcer da WWWF, empresa de seu pai. Em 1971, promoveu seu primeiro card. No ano seguinte, Vince participava do All Star Wrestling como comentarista, enquanto Silvio já fazia grande sucesso na Rede Globo com seu tradicional Programa Silvio Santos. Era o início do império dos dois magnatas.

Os boom dos anos 80

Foi a partir dos anos 80 que ocorreu um extraordinário crescimento graças à uma grande mudança. Essa frase serve para os dois citados nessse texto. Se por um lado Vince McMahon registra a marca WWF e compra a Capitol Wrestling Corporation de seu pai, do outro lado vemos Silvio Santos criar o SBT, nascido a partir da TVS que exibia o programa Silvio Santos junto da (na época, recém) extinta TV Tupi. Esses foram os primeiros grandes passos dados pelos dois, dando início uma grande guerra por territórios e sobretudo, popularidade, seja na disputa de audiência nas TVs brasileiras, seja na disputa das promoções de wrestling rivais.

Enquanto Silvio tirava Jô Soares da Globo, Vince tirava Hulk Hogan da NWA. Enquanto Silvio trouxe Hebe Camargo e A Praça é Nossa para o SBT, Vince trouxe Cindy Lauper e criou a Wrestlemania para a WWF. Ambos impérios estavam no seu começo, conquistando territórios e galgando espaço contra a concorrência que batia de volta. Os rivais: NWA para Vince McMahon e TV Globo para Silvio Santos.

A consolidação nos anos 90

No começo da década, a NWA “se tornou” a WCW, sob a direção de um pioneiro Ted Turner e sua TNT. E é aqui que as coisas esquentam de vez. A WWF criou seu programa Monday Night RAW em 1993, que mudaria o patamar dos programas televisionados de wrestling. Nesse mesmo ano, o Programa Silvio Santos chegou a ganhar o Guinness Book de programa mais duradouro da TV brasileira, com 31 anos no ar. Curiosamente, o Monday Night RAW hoje é o detentor do recorde de programa semanal com mais tempo no ar da TV americana.

A guerra entre Globo e SBT se deu em meados dos anos 80, com disputas diretas por audiência entre as duas, com provocações ao vivo e mudanças de última hora na busca de captar a audiência da rival, como na vez em que disputaram a exibição e Rambo e Rambo II, que foram colocados intencionalmente no mesmo horário. A mesma estratégia foi o que aconteceu na famosa Monday Night Wars, quando a WCW criou o Monday Night Nitro para concorrer diretamente e no mesmo horário que o Monday Night RAW da WWF.

O dia em que a Globo usou "Vale Tudo" para prejudicar "Rambo" no SBT - Blog  do Nilson Xavier - UOL

Anos 2000 até o presente, do auge à decadência

Da mesma forma em que a guerra entre Globo e SBT foi predominante na alavancagem da popularidade do SBT, a guerra travada entre WWF (que se tornaria WWE) e WCW foi o momento em que a luta livre mais esteve no topo da audiência televisiva. Os ataques diretos e o teor mais violento e cru de ambas as partes, naquela busca pela audiência onde vale de tudo, fizeram com que semana a semana as duas companhias brigassem ponto a ponto. É aqui que vemos uma grande diferença entre os dois. Vince McMahon saiu como vitorioso de sua guerra, não só derrotando a WCW como comprando-a, num dos maiores atos de poder e monopólio já vistos na história. Já Silvio Santos jamais conseguiu derrotar sua rival Globo, não é de se esperar que uma comprasse a outra nesse caso, mas ao menos essa rivalidade não culminou em falência.

E então chegamos na parte da decadência. Após anos e anos de sucesso dos dois multimilionários, cada vez as suas fortes influências na programação de seus empreendimentos se tornaram evidentes e problemáticas. Mudanças de última hora e decisões altamente contestáveis e polêmicas são características comuns aos dois. Enquanto Silvio Santos é famoso por suas mudanças de programação repentinas, Vince McMahon quase toda semana é responsável por reescrever completamente os roteiros do RAW.

E pra fechar, a política!

Com uma trajetória tão parecida, seria até estranho que as opiniões políticas dos dois fossem diferentes. Ambos são amigos e não só demonstraram apoio político aos presidentes de suas nações, como também os levaram para seus programas.

Vince McMahon é amigo pessoal de Donald Trump e apoiador de sua derrotada campanha nos Estados Unidos, e Silvio Santos faz o mesmo com Jair Bolsonaro. Há de ressaltar que embora assumidamente apoie, Vince não abriu sua programação como plataforma de propaganda política da mesma forma que faz e sempre fez Silvio.

E por fim, o bônus: tanto Vince quanto Silvio são experts em falar besteira. Vince McMahon é conhecido como um valentão dentro da empresa, a ponto de considerar um simples espirro como ato de fraqueza. Ele gosta de lutadores que o desafiam, e não pensa duas vezes em afundar aqueles que entende como fraco no seu ponto de vista. Possui como principal característica ser a voz soberana sob seus domínios, da mesma forma que Silvio Santos. Mas tal voz, já protagonizou momentos bizarros, racistas, machistas, e por aí vai. Me despeço por aqui, mas veja abaixo alguns desses momentos de ambos personagens.

Airton Reis

Conheci a luta livre em 2008 e isso mudou a minha vida. Surgiu a ideia do WrestleBR em 2014 quando a WWE passou a ser ao vivo por aqui. Desde então, escrevo sobre tudo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Mais postagens

A Base dos Sonacirema

Posted by - 8 de setembro de 2021 0
Outro dia eu estava voltando do trabalho como Cameraman em uma grande corporação – beijo, patrão! – e percebi uma…