A mamada do bezerro

111 0

Um bezerro não pensa no passado, porque simplesmente não existe um para aquele quadrupede vacilante. Como um Jr. ele se locomove para os tetões de sua mamãe e mama e mama e mama (ou será que não mama?) como na música do Catra.

Todo Jr. devia olhar para o presente e esquecer do passado, focar nos tetões da vaca ao invés do sacão do boi, pensar em como extrair o máximo de leite e o mínimo de sangue, botar essa boquinha na ferramenta e se alimentar, e crescer, até virar, finalmente, um Boi.

Este, ainda Jr., não consegue se desvencilhar do passado que não tem e olha, perdido, para o nada, tentando agradar outros bois, sacos e bezerros que, ou não nasceram ou já morreram. Cresce, boizão Jr. e vai mamar!

Entretanto, lembre-se sempre de mamar com responsabilidade. Outro dia fui mamar e queimei minha careca. A vida do homem é triste, mas ao menos não sou um bezerro.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do WrestleBR

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Mais postagens

A Base dos Sonacirema

Posted by - 8 de setembro de 2021 0
Outro dia eu estava voltando do trabalho como Cameraman em uma grande corporação – beijo, patrão! – e percebi uma…
Pitonga e Silvio Santos

Pitonga e Silvio Santos

Posted by - 20 de setembro de 2021 0
Quando o lutador Pitonga foi pela primeira vez ao programa Silvio Santos em 1984, ver lutadores brasileiros no estrangeiro era…

O Gasparzinho da IWC

Posted by - 5 de setembro de 2021 2
Existe um mal muito mau que quer acabar com a família. Uma entidade tão nefasta que é pior que poliomielite,…
Cachorro otário

Cachorro manso é otário

Posted by - 17 de setembro de 2021 0
Certa vez a dona Lucia, aquela que mandou a carta para a seleção, me escreveu uma cartinha dizendo o seguinte:…

Bolão

Posted by - 27 de setembro de 2021 0
Eu estava pensando cá com meus botões aqui na moscaverna e me veio – tal qual um relâmpago no meio…