GUIA COMPLETO: A TURNÊ NORTE-AMERICANA DE SUZUKI MINORU EM 2021

452 0
Josh Barnett sofrendo nas mãos de Suzuki Minoru durante uma das últimas passagens do japonês pelos Estados Unidos (Foto: Chris Grasso)

O ano de 2021 está proporcionando inúmeras experiências antes inimagináveis nas mentes mais férteis e criativas dos fãs do nosso esporte. Pois o mesmo ano de 2021 guardou e presenteou a todos os fãs de uma vez só, com uma turnê americana da lenda viva Suzuki Minoru.

Mas vir aqui apenas para dizer quais são as lutas, datas, oponentes, e “fica por isso aí mesmo” não é comigo. Cara, vê tudo ao redor. Isso aqui é o WrestleBR. O maior. Referência no mercado, sem mais nem menos. Por isso deixaremos TUDO registrado sobre essa turnê que, até agora, já nos serviu com seis lutas dos sonhos anunciadas. 

O HISTÓRICO DE LUTAS DE SUZUKI NOS ESTADOS UNIDOS

A primeira luta registrada no Cagematch de Suzuki Minoru foi em um Battle Royal na New Japan Pro Wrestling (NJPW) em 1988. Anos e anos de ringue dedicados ao estilo híbrido e violento do Pancrase. 

Da primeira luta no Japão até a primeira luta nos Estados Unidos, foram 1440 dias de distância. Suzuki estreou nos EUA em um evento independente que contou com Funaki Masakatsu, lenda do Pancrase, Fujiwara Yoshiaki, treinador de Suzuki e Funaki, e Ken Wayne Shamrock, adversário de Suzuki naquele 20 de março de 1992 em Miami. Shamrock venceu.

Os anos se passaram, Suzuki passou a maior parte da carreira no Japão mas voltou aos Estados Unidos após 9317 dias como parte de shows da Ring of Honor (ROH) em conjunto com a NJPW. De lá pra cá, voltou em 2018 (enfrentando nomes como Okada Kazuchika, Tanahashi Hiroshi, Matt Riddle e Jeff Cobb) assim como em 2019 (enfrentando nomes como Josh Barnett, Will Ospreay, Colt Cabana, Jyushin Thunder Liger, Tracy Williams, entre outros).

A HISTÓRIA É OUTRA EM 2021

A cena independente nunca esteve tão quente como antes durante o período de pandemia. Muitos nomes surgiram, poucos nomes assinaram e conseguiram contrato, mas a maioria ainda vive a independência no limite. 

O primeiro anúncio de que teríamos Suzuki Minoru mais uma vez nos Estados Unidos veio no último dia 19 pela Game Changer Wrestling (GCW). A maior e mais importante empresa independente da atualidade anunciou Suzuki em quatro datas diferentes. 

Após isso, empresas como West Coast Pro Wrestling (WCPW) e Premiere Wrestling Xperience (PWX) também realizaram o sonho de ter a lenda em respectivos shows.

A turnê, até agora, tem oito lutas confirmadas, e passará por seis cidades diferentes, seis estados diferentes. Ao todo, Suzuki vai atravessar o país de ponta a ponta, pois literalmente percorrerá 13 mil milhas; caso opte por viajar de carro, serão 191 horas de viagem entre lutas. 

Isso que é vontade de lutar, meu Deus! Percorrerias tudo isso? (Foto: Google Maps)

O CALENDÁRIO DE LUTAS DE SUZUKI MINORU

Ao todo, até agora, a estadia terá duração de 36 dias e até o momento temos oito aparições confirmadas, mas seis oponentes anunciados até então.

17/09: SUZUKI MINORU VS. JONATHAN GRESHAM

GCW / LOS ANGELES, CA / LUTA INÉDITA / FITE.TV

Luta. dos. sonhos. Sim, logo na primeira — e pela primeira vez na história do esporte! Suzuki terá como oponente Jonathan Gresham, um dos melhores atletas da atualidade sem dúvida nenhuma. Atualmente, Gresham é o campeão da tradicional categoria Pure da ROH, o que mostra mais ainda todo o apelo técnico que Suzuki terá de enfrentar diante do público ensandecido de Los Angeles.

24/09: SUZUKI MINORU VS. “THE NOTORIOUS 187” HOMICIDE

GCW / NEW YORK, NY / LUTA INÉDITA / FITE.TV

De um lado, a violência brutal de Suzuki dentro do ringue. Do outro, um lutador que literalmente se chama Homicide. Caso você não saiba quem é Homicide, por favor, busque saber. É um veterano da luta livre que luta desde 1997, com passagens memoráveis por TNA/IMPACT, Jersey All Pro Wrestling (JAPW) e ROH, onde atualmente é campeão de duplas com Chris Dickinson. Qual será a reação de Suzuki após Homicide puxar o famoso e tradicional garfo? E tem outra: Homicide joga em casa.

01/10: SUZUKI MINORU VS. CALVIN TANKMAN

WMAX STL / ST. LOUIS, MO / LUTA INÉDITA / TBA

Não tenho certeza se Suzuki já esteve no ringue com alguém como Calvin Tankman. Talvez sim pelo tamanho, mas não pela vontade e gana de vencer e atropelar todo e qualquer adversário. Calvin Tankman estourou nas indies em meio ao pior momento da história recente, mas o destaque foi tanto que lhe garantiu um contrato com a Major League Wrestling (MLW). Recentemente, Tankman recebeu o respeito de Ruckus e de todos os BLK OUT. Mas será que o grupo pode dar algumas dicas valiosas de como intensificar mais a força nos golpes? Ou vão deixar um cigarrinho para Tankman puxar uma com Suzuki depois da luta?

02/10: SUZUKI MINORU VS. ANTHONY HENRY

PWX / CONCORD, NC / LUTA INÉDITA / TBA

Se existe algum lutador que merecia mais do que ninguém essa chance de lutar contra Suzuki em oportunidade única, sem dúvidas esse lutador é Anthony Henry. Meu, posso garantir 3000% que Henry está com mais sangue nos olhos do que qualquer outro lutador no planeta. Após uma breve e frustrante passagem pela WWE, sob a alcunha de Asher Hale, Henry volta para a PWX após nove meses. E volta com estilo, pois volta para enfrentar uma lenda viva, uma inspiração no estilo técnico e agressivo de luta. Essa, particularmente, é a que estou mais curioso para assistir. 

03/10: SUZUKI MINORU VS. DAVEY RICHARDS

GLORY PRO / ST. LOUIS, MO / LUTA INÉDITA / TBA

Não é só Suzuki Minoru que está voltando aos ringues americanos: Davey Richards também está. Após três anos sabáticos, Richards voltou com a fúria de uma carreta desenfreada. Sério, o cara tá um TANQUE, mano. Absurdo. E nesse pouquíssimo tempo de retorno, já teve tempo de lutar contra oponentes do mais alto nível, tais quais Jonathan Gresham, Josh Alexander e Fred Yehi, além de um clássico instantâneo contra Bryan Keith na New Texas Pro Wrestling (NTPW), que poderá entrar em algumas listas de melhores lutas do ano. Só que agora o buraco é mais embaixo para Davey Richards. Bem mais embaixo. E eu tenho certeza que era exatamente isso que ele queria.

04/10: SUZUKI MINORU VS. DANIEL GARCIA

WCPW / SAN FRANCISCO, CA / LUTA INÉDITA / IWTV

Daniel Garcia é simplesmente o melhor lutador independente em atividade. Só isso. Apenas isso. Se você viu do que ele é capaz nas breves aparições da All Elite Wrestling (AEW), saiba que você não viu nem 10% da capacidade do menino. 22 anos. Campeão da C*4, campeão da ESW e campeão da Limitless. Lutas em 2021 que certamente estarão entre as melhores do ano. Técnica, agressividade, força, inteligência e estilo — a toalha não é mera inspiração, é homenagem. Nada mais justo do que Daniel Garcia receber essa oportunidade. Espero que Suzuki não maltrate tanto, para que ao menos Garcia ter história para contar depois. 

10/10: SUZUKI MINORU VS. ???

GCW / ATLANTIC CITY, NJ / LUTA INÉDITA? / FITE.TV

23/10: SUZUKI MINORU VS. ???

GCW / LOS ANGELES, CA / LUTA INÉDITA? / FITE.TV

Ainda não foram divulgados os próximos adversários de Suzuki na GCW. Em uma perspectiva clubista (e bem Game Changer), gostaria que os oponentes fossem Chris Dickinson e Ninja Mack. Se bem que recordar é viver, e a pandemia nos tirou uma luta dos sonhos…

No mais, algumas datas ainda parecem que podem ser preenchidas. Particularmente, gostaria de ver Suzuki enfrentando nomes indies como Jordan Blade, Matt Makowski, Janai Kai, Yoya, Cole Radrick, Alex Kane, JD Drake, Shane Mercer, Killer Kelly, Hoodfoot Mo Atlas, entre tantos outros.

Se Suzuki vai ganhar ou não as lutas, a gente não sabe. Mas a gente sabe que todos nós já ganhamos com tudo isso que foi anunciado.

Em breve voltamos com mais informações atualizadas sobre a grande turnê de Suzuki Minoru nos Estados Unidos.

KAZE NI NARE

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Mais postagens