Lutadores que trocaram seus nomes e fizeram sucesso

2715 0
lutadores-que-trocaram-de-nome

Os lutadores da WWE passam constantemente por troca de nomes. E essas podem ser por uma mudança no personagem, ou apenas uma abreviação.

Na última segunda-feira (15), os campeões de duplas do NXT, os War Raiders, se tornaram The Viking Experience. Além disso, seu nomes (Hanson e Rowe) mudaram para Ivar e Erik. Mas essa mudança não foi muito aceita pelos fãs. Afinal, o nome original da dupla era incrivelmente bom. E esse sentimento se dá pelo receio de que os parceiros se tornem personagens desvalorizados.

Mas nem sempre isso acontece. Vamos conferir alguns exemplos de sucesso nas mudanças de nome dos lutadores na WWE.

Lutadores que mudaram de nome e fizeram sucesso

John Bradshaw Layfield

Foto (WWE ©)

Bradshaw estava na WWE desde os anos 90. Seu personagens teve algumas alterações, tendo o seu auge de sucesso na Attitude Era, ao lado de Ron Simmons, formando a dupla APA.

No entanto, o lutador alcançou o topo da empresa após uma troca de personagem. E essa troca de personagem também levou à uma troca de nome, no ano de 2004.

O sobrenome Bradshaw se manteve. Porém, foi adicionado um primeiro e um último nome, transformando-o em John Bradshaw Layfield.

O novo personagem colocou o lutador no foco do Smackdown, tornando-o campeão mundial pela primeira vez na metade da década passada. Desde então, ele nunca mais perdeu relevância nas competições individuais até sua aposentadoria, em 2009.

Undertaker

Ainda bem que o nome foi reduzido. (Foto: WWE ©)

Por falar no Deadman, ele foi um dos lutadores que teve seu nome trocado antes mesmo de sua estreia. E isso aconteceu no início dos anos 1990.

Já com o personagem que ficou conhecido mundialmente, Undertaker tinha um nome que vinha antes do seu mais famoso: Kane. Isso mesmo, o nome do seu futuro irmão estava presente nas suas primeiras aparições.

Como Kane the Undertaker, o lutador participou de alguns shows não-televisionados e outros de menor escala.

Quando sua estreia oficial aconteceu, no final de 1990, o primeiro nome já havia sido retirado. O resto é história, e já são quase 30 anos dele na WWE. Undertaker, assim como o autor que vos fala, está velho.

Roman Reigns

Roman Reigns entra no ringue, com seu antigo nome "Leakee" sendo mostrado na altura da sua canela.
E se Leakee fosse o nome de Reigns até hoje? (Foto:
WWE©)

O território de desenvolvimento da WWE é uma grande fase de testes. Tudo pode durante sua mudança para o elenco principal ou até mesmo antes disso acontecer.

Com Roman Reigns não foi diferente. O Big Dog, antes de aparecer com o nome que ficou conhecido mundialmente, entrava nos ringues da Florida Championship Wrestling com a alcunha de Leakee.

E você imaginaria o grupo mais marcante da Luta Livre mundial nesta década ser formado por Seth Rollins, Dean Ambrose e Leakee? É, eu também não.

A troca foi feita ainda durante o período de desenvolvimento. Sendo assim, Reigns estreou com os outros dois lutadores no elenco principal já com o seu nome atual. Ainda bem.

John Cena

John Cena e seu cabelo loiro. (Foto: WWE ©)

Quando eu falei que o território de desenvolvimento é uma fase de testes, eu falava sério. Tudo é um protótipo para o futuro no main roster. John Cena, inclusive, era o protótipo.

Isso mesmo, The Prototype. Esse era seu nome na OVW, antigo formador de lutadores para a WWE. E, para tudo ficar melhor nessa história, nosso herói carregava um belíssimo cabelo loiro.

A cor do cabelo e o nome foram alterados. Em 2002, conhecemos um jovem forte, com sua sunguinha e muita atitude, que desafiou Kurt Angle no seu primeiro combate, e se chamava John Cena.

O personagem era o mesmo. Mas o sucesso não foi grande sob esse visual. Tudo mudou quando ele decidiu fazer umas rimas. E o resto é história, além de 16 títulos mundiais.

Nem todos os lutadores têm a mesma sorte

Obviamente, muitas trocas de nomes deram errado. Algumas – quase sempre carregadas de uma mudança de personagem – podem lançar os lutadores para um limbo.

Entretanto, é preciso ter calma. A dupla protagonista do nosso texto tem o talento suficiente para continuar alçando voos maiores. Mesmo com a indignação gigantesca da base de fãs da WWE, o nome não será alterado. Vince McMahon, o mesmo que apoia as tropas americanas com um show televisivo em homenagem à eles todos os anos, não gosta de se associar a palavra guerra.

Azar dos War Raiders, que tinham um nome legal. Mas, quem sabe a Viking Experience não se torne grande também.

E você, acha que a dupla vai conseguir superar esse forte golpe, e ter sucesso mesmo com esse nome? Conhece algum outro caso de sucesso além desses do texto? Deixe o seu comentário!

Lucas Gomes

Não sou um profissional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.


Mais postagens